O mistério dos quatro Supermen!

Uma nova era de quadrinhos surgia nos anos 90, regada com 3 ingredientes formidáveis: o fim da Guerra Fria, uma era de proliferação de anti-heróis na TV e nos quadrinhos nos anos 80 (viva o Stallone!) e uma nova leva de escritores formada pelos leitores de quadrinhos das eras anteriores.

Assim, tivemos um período de mortes e ressurreições que se espalhou por todos os gibis, envolvendo um deles em especial, que simbolizou o novo momento dos gibis de super-heróis: O Superman! Mas aqui não falaremos de seu falecimento, mas do seu Retorno, junto com mais 4 Supermen! Esses 5 heróis de estilos diferentes mostrariam todos os rumos que os quadrinhos seguiriam pela próxima década, que só terminaria com o sucesso dos filmes de heróis da Marvel que ditariam os rumos dos quadrinhos do século 21, mas retornemos aos anos 90!

Resumindo, após a morte do herói e de um período de luto (e brigas para projetos secretos tirarem amostras do corpo), surgem quatro heróis para seguir o seu legado:

 super1

 Superboy: esqueça tudo sobre Smallvile! Este é um adolescente rebelde que surge dizendo ser um clone do Superman! Com seu jeito malandro misturado às trapalhadas de estar aprendendo a ser um super-herói (o que inclui ter apenas os poderes voo, força e resistência do Super), ele foi libertado do projeto CADMUS, que tentava criar um cópia do herói original para seu uso pessoal, por um grupo de heróis mirins (bem no estilo Sessão da Tarde) de sua incubadora antes que o projeto fizesse a lavagem cerebral nele para ser seu herói particular e antes de completar o amadurecimento do seu corpo (talvez uma analogia a verdadeira lavagem cerebral que recebemos quando saímos do mundo jovem para entrar no mercado de trabalho dos adultos). Para completar a cena, tínhamos até um empresário pro garoto e uma base no Havaí.

O Erradicador: Já imaginou o Justiceiro com poderes do Super? Pois essa é uma ótima definição! A versão anti-heróis do Superman, capaz de quebrar todos os ossos da mão de um ladrão de bancos para ele nunca mais roubar! Inicialmente misterioso, depois revelado como uma criação da própria Fortaleza da Solidão para substituir o Azulão, é o tipo de meta-humano que se tornaria padrão e criado aos milhares durante os anos 90, principalmente pela Image comics: superforte, com raios de energia saindo pelas mãos e não tendo dúvidas em “meter porrada” nos Bandidos!

super2

Aço: Um humano decidiu homenagear e seguir o exemplo do herói que o salvou e, para isso, usa seu conhecimento tecnológico para criar uma armadura que duplique os poderes do Superman! Aço foi um dos primeiros heróis negros do alto escalão da Dc Comics, um antigo projetista de armas que havia se aposentando, agora se tornando herói para substituir a lacuna do protetor de Metrópolis e combater as gangues que agora usam as armas que ele projetou anos atrás para o exército. Uma fusão de Superman, Homem de Ferro, Thor e Luke Cage, era meu herói favorito! Chegou até a ganhar um longa-metragem!

super3

Superman-Cyborg: Quase idêntico ao antigo Superman, mas com metade do seu corpo substituído por tecnologia robótica kriptoniana, era o que mais aparentava ser o Superman revivido, chegando a salvar o presidente do E.U.A. Engano fatal do público! O personagem era, na verdade, um inimigo antigo do Superman, uma mente capaz de possuir qualquer máquina e que, anos atrás, chegou a controlar até a nave que trouxe Kal-el para a Terra, usou o conhecimento que o obteve dos computadores da nave para criar um simulacro do Superman como camuflagem de seu retorno como um general de uma frota de ataque alienígena! Talvez mostrando em definitivo o fim dos Super dos anos 80, acabaria por se tornar um dos principais vilões não apenas do Superman, mas de todo o Universo DC.

 super4

Superman: Agora sim o Homem de Aço retorna, graças à tecnologia da Fortaleza da Solidão (a mesma que criou o Erradicador). Quase sem poderes, usando um traje todo preto com o famoso diamante com S prateado no peito e armado até os dentes para deter o Super-Ciborg! Pouco a pouco seus poderes vão retonando, até finalmente voltar a usar o traje tradicional e cabelos bem mais compridos. Curiosamente, durante sua revista mensal, as melhores histórias (e tema recorrente) eram aquelas em que o Azulão perdia o controle dos seus poderes e precisava dar um jeito para não destruir metade da cidade, isto é, o próprio Superman era a maior ameaça que ele combatia em suas historias!

Assim, começou um período com altos e baixos, talvez mostrando o quão carismáticas são as histórias de ressurreição e que tipo de herói cativava as pessoas naquela época.

Por Luiz Henrique, dos blogs Letras e aventuraCiência, saúde e aventura!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s